FCB e MAPA trabalham na capacitação de criadores oficiais de pombo-correio no Brasil

A Federação Columbófila Brasileira (FCB) é a entidade responsável por regular e promover a prática da columbofilia no Brasil. A columbofilia é a criação de pombos-correio para fins esportivos, onde os pombos são treinados e competem em corridas oficiais.

A FCB tem se mostrado bastante atenta às medidas de prevenção e combate às doenças que podem supostamente vir a afetar os pombos-correios em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). A transmissão de doenças em aves clandestinas pode afetar a saúde dos animais de competição e, consequentemente, prejudicar a performance deles nas provas, além de poder representar um risco para a saúde pública.

Por isso, a Federação Columbófila Brasileira e o MAPA trabalham em conjunto na fiscalização e controle sanitário das ave clandestinas bem como na capacitação de criadores oficiais e proprietários de pombos-correios, a fim de prevenir a disseminação de doenças. Essa parceria se dá principalmente através do Sistema Brasileiro de Vigilância e Emergência Veterinária (SISBRAVET), que é um sistema de vigilância sanitária que monitora a saúde animal em todo o país.

Entre as medidas adotadas pela Federação Columbófila Brasileira e o MAPA para evitar a transmissão de doenças em pombos-correios legalizados e registrados, estão a orientação sobre os cuidados com a alimentação e a limpeza das instalações, a realização de exames sanitários periódicos nos animais, a identificação dos pombos-correios se dá através das anilhas oficiais “FCB-BR/FCI” e rigoroso controle de rastreabilidade do MAPA com a proibição do uso de substâncias que possam prejudicar a saúde dos animais.

A gripe aviária, também conhecida como Influenza Aviária de Alta Patogenicidade (IAAP – vírus H5N1) é uma doença viral altamente contagiosa que afeta aves, incluindo pombos clandestinos sem registro na FCB e com a rastreabilidade do MAPA.

A doença pode causar uma variedade de sintomas, desde leves até graves, e pode até levar à morte das aves infectadas.

A FCB está preocupada com a propagação da gripe aviária no Brasil e recomenda aos seus sócios criadores de pombos correio legalizado se ficarem atentos aos sinais de qualquer tipo de doença em seus pombos. “Recomendamos aos nossos sócios e criadores oficiais federados que mantenham suas aves em locais limpos e higienizados, evitando o contato com outras aves clandestinas infectadas sem origem e realize monitoria cuidadosamente nos pombos em busca de sinais de doença” comentou o presidente da Federação Columbófila Brasileira, Dr. Cláudio Boriola.

Além disso, a FCB recomenda aos seus sócios para seguirem todas as diretrizes e regulamentações do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) relacionadas à prevenção e controle da gripe aviária. “Essas medidas incluem a notificação imediata de qualquer suspeita de doença, o isolamento e sacrifício de aves infectadas, e a adoção de medidas de biossegurança rigorosas para prevenir a propagação da doença”, comentou o Médico Veterinário Dr. Adriano Carrasco – cooperador técnico da FCB através do Convênio firmado com a UNICENTRO de Guarapuava/PR.

A FCB está ciente da ameaça que a gripe aviária representa para os pombos de competição legalizados e para a indústria brasileira , e está tomando medidas proativas para prevenir a propagação de qualquer tipo de doença entre seus membros. No próximo dia 23/02/2023, às 19:00 horas, teremos a palestra com o Médico Veterinário Dr. Guilherme Marietto, o qual falará também a respeito da prevenção de doenças.

Assessoria de Comunicação.

Deixe um comentário

Rolar para cima
Abrir bate-papo
FEDERAÇÃO COLUMBÓFILA BRASILEIRA
Olá 👋
Bem-vindo(a) à FCB BR!
Onde a Paixão se Encontra e a Comunidade se Fortalece!