Publicado em 2 comentários

Comunicado Oficial: Projeto Chiprings e Entradas Eletrônicas

Prezados Associados, 

A Federação Columbófila Brasileira informa a todos os seus associados que o fornecedor de Chiprings nos informou sobre o projeto de desenvolvimento, o qual encontra-se em uma fase bem avançada. 

A crescente complexidade dos produtos (os sistemas eletrônicos de identificação de Chiprings)  exige que as máquinas sejam utilizadas com técnicas de identificação por radiofrequência (RFID), todos eles operam na área de baixa frequência (LF) em 125 KHz com passivo transponder, segundo o desenvolvedor que está empenhado na concretização da parceria com a FCB. 

Diante das informações, a identificação por RFID(radiofrequência), é o aplicada com a finalidade de identificação do rastreamento por ondas de radio, sendo que algumas vagas podem ser lidas de vários metros de distância e além da visão do leitor. 

Os transponder RFID operam em um campo eletromagnético específico e são geralmente classificados como 125 / 133 KHz (baixa frequência LF), 13,56 MHz (alta frequência), 860 e 950 MHz (UHF de frequência ultra-alta), 2,45 GHz (MW de micro-ondas), cujas frequências mais altas são usadas para obter leituras rápidas, todavia, eles tem encontrado alguns problemas com metais líquidos, sendo que essa solução será em breve. 

Ressaltamos e afirmamos o amplo compromisso da Federação Columbófila Brasileira no sentido de diversas precauções de segurança em garantir que os resultados sejam 100% confiáveis, o que é possível segundo nos garantiu o fornecedor.

Qualquer tentativa só pode ser bem-sucedida se:

– Os custos são muito menores do que o ganho,

– O ataque não deixa marcas rastreáveis,

– O sistema continua funcionando normalmente após a tentativa.

Os seguintes problemas devem chamar a atenção:

– Hardware usado pelo columbófilo e no clube,

– Software usado pelo columbófilo e no clube,

– Protocolo de vinculação, encestamento e leitura definido pela FCB seguindo as diretrizes da Federação Columbófila Internacional.

Assim, entendemos que é necessário ficarmos atentos na questão de segurança e proteção, devendo ser observado e entendermos como um RFID e ETS funcionam. 

Este conhecimento básico combinado com o know-how de organização buscam resultar e atender todos os procedimentos internacionais de tal forma que os resultados das provas sejam confiáveis e fielmente produzidos 100%. 

Quanto ao Projeto de desenvolvimento de nova Entrada Eletrônica, a FCB conjuntamente com o fornecedor, estabeleceram atendimentos aos critérios e atendimento de todas as exigências rigorosas para homologação e aprovação junto à Federação Columbófila Internacional – FCI.

Hoje, podemos contar com oito Empresas homologadas e credenciadas pela FCI com sistemas aprovados pela TNO / WSM:  (Benzing / Gantner, Bricon Tecnologia Avançada / Ipigeon, Mega / Deil Electronics , TauRis / Rüter , Motz / Dicas, Deister / Unikon , Vizion / Polmark e Interfly / Victory (as vendas do ETF pararam há anos).

Acreditamos em mais esse desafiador projeto, a primeira fase está sendo um sucesso e esperamos avançar para uma segunda fase, posteriormente conseguirmos a homologação junto a Entidade Internacional FCI.

Em breve traremos novas notícias assim que recebermos informações do fornecedor .

Equipe FCB – Pensando sempre em você!

Assessoria de Comunicação. 

Publicado em Deixe um comentário

Mais um Pombal Certificado pela Federação Columbófila Brasileira Criador Oficial: Jackson Artaxerxes Matos – “Pombal Sonho de Ícaro” – CCB/DF

Mais um Pombal Certificado pela Federação Columbófila Brasileira Criador Oficial: Jackson Artaxerxes Matos  – CCB/DF – “Pombal Sonho de Icaro“,

A Diretoria da Federação Columbófila Brasileira parabeniza o criador oficial de pombo-correio Jackson Artaxerxes Matos, “Pombal Sonho de Icaro“, sócio do Clube Columbófilo de Brasília /DF, presidente Jeison Martins Bontempo.

Um exemplo a ser seguido por muitos criadores oficiais de pombo-correio. 

O pombal encontra-se oficialmente Certificado pela Federação Columbófila Brasileira conforme Ofício 055/2021 FCB-BR em obediência as normas e padrões sanitários nacional e internacional. 

Não fique de fora da Campanha de Certificação de Pombal 2021 FCB,clique aquipara saber os procedimentos para a Certificação do seu pombal e não ser surpreendido com a visita dos Órgãos de Fiscalização, evitando assim que seu pombal seja multado, lacrado e os animais apreendidos. 

Assessoria de Comunicação 

Matéria relacionada a este post: FCB inicia campanha para a regularização de Criadores Oficiais de Pombos de Corrida em todo o Brasil

Publicado em Deixe um comentário

Padrão Sanitário Nacional e Internacional

Prezados Associados,

O Oficio em referência enviado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA e Secretárias de todos os Estados, não se refere a uma situação específica ou denúncia, mas sim uma imensa preocupação por parte da Federação Columbófila Brasileira quanto a possibilidade de evitarmos qualquer tipo de transmissões de doenças.

Tendo em vista a existência de criadores não regularizados e considerados clandestinos, não seguem os rigorosos padrões e  procedimentos que estão sendo adotados e exigidos pela FCB no que diz respeito a sanidade das aves (pombo-correio).

Quanto a Associação Columbófila Campos dos Goytacazes, a mesma encontra-se regularizada perante a FCB e não está medindo esforços para atender amplamente todos os  padrões e procedimentos exigidos por parte da FCB conforme orientações técnicas-profissional. 

A Federação preza pela sanidade dos animais dos seus associados para que  a Columbofilia brasileira possa evoluir dentro dos padrões sanitários nacional e internacional.

Continuaremos exercendo seu importante papel como descrito e determinado no artigo 4º, caput, Incisos I, II, III, V, VI, e X,  CAPÍTULO II – DA COMPETÊNCIA e, artigo 43, do Estatuto Social.

O Médico Veterinário. Dr. Adriano Carrasco CRMV/8534, vem nos fornecendo Consultorias através do Convênio da UNICENTRO – Universidade Estadual do Centro Oeste do Paraná, desde o ano de 2020, com o objetivo de promover padronização das normas e procedimentos no desporto da Columbofilia Nacional (palestras, orientações sobre higienização, manejo de plantel, técnicas de vacinação, entre outros).

Não seremos omissos e infringentes ao Estatuto Social, artigo 13,§2º do Código Penal Brasileiro e demais leis existentes em nosso país, muito menos responsabilizados por qualquer tipo de omissão por aqueles que não seguem os padrões sanitários exigidos. 

A Diretoria